Rádio JOVEM PAN

101.7. Jovem Pan Florianópolis

Ouvir

“Maior erro do Rafinha Bastos foi não aproveitar a zoeira do Gentili”, opina Rudy Landucci

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Rudy Landucci participa do Pânico; veja fotos

Rudy Landucci mostrou todo o seu arsenal de imitação no Pânico

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Rudy Landucci mostrou todo o seu arsenal de imitação no Pânico

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

<p>Rudy Landucci mostrou todo o seu arsenal de imita&ccedil;&atilde;o no P&acirc;nico</p>

No ar em “Multi Tom” e prestes a ir para os palcos, o humorista Rudy Landucci passou pelo Pânico na Rádio nesta quinta-feira (9) com suas imitações que vão de Bolsonaro ao cantor Belo. Durante conversa no programa, ele deu seu pitaco sobre a “briga” entre comediantes brasileiros.

“Acho que tem uma briga que não é uma briga. É competição”, falou. “Acho legal, mas o maior erro do Rafinha Bastos foi ter melindrado o Danilo Gentili. Se aproveita a zoeira do Danilo sobre ele não ter audiência e zoa de volta, ele rouba essa audiência e humor é isso”, opinou.

Brigas à parte, Rudy aproveitou a passagem no programa para mostrar um pouco de sua imitação de Bolsonaro e afirmou que o próprio deputado gosta da imitação: "ele virou meu amigo pessoal de WhatsApp, fica mandando vídeo, me manda piada e manda a risada dele depois”.

Apesar do sucesso da brincadeira com o próprio Bolsonaro, alguns fãs do político não aceitaram a imitação: "comecei a ser ameaçado pelos fãs dele”. “Como sou em cima do muro – nem de direita nem de esquerda – comecei a imitar o Jean Wyllys pra equilibrar só que os fãs dele também começaram a me ameaçar”, explicou, entre risos.

Entre Jean e Bolsonaro, Rudy decidiu seguir com a imitação do segundo. “O Bolsonaro dá mais mote, ele já é mais engraçado”.

Para a imitação ficar boa, alguns pontos são indispensáveis. “Tem uns caras que já são caricatos, mas quando o cara não é assim tem que achar um bordão”, analisou. “O segredo é também escrever bem um roteiro”, revelou.

Com os vários anos de imitação – e várias personalidades imitadas – Rudy confessou que sua voz não é mais a mesma. “Não sei se vou ter calo daqui um tempo, mas tem imitação que fico sem voz, começo a ter uma rouquidão e depois passa”, contou.

Apesar do talento no que faz, humorista não era a profissão dos sonhos de Rudy. O comediante, que sempre quis ser jogador e teve uma banda de pagode, descobriu a imitação por acaso. “Fiquei bêbado em uma festa e comecei a imitar um DJ, aí foram pedindo”, disse.

Enquanto a 2ª temporada de "Multi Tom" não estreia, Rudy Landucci estará no Teatro Raposo com a peça "Não Seja Rudy" dia 16 de março.


Tags da Pan

Comentários